Outra Metade, Mara Pedro – TILHON

Outra Metade, Mara Pedro – TILHON

Informações da Música

Artista / Banda:
Nome da Música: Outra Metade, Mara Pedro
Gênero Músical: Hip Hop / Rap

Video da Música

Letra da Música

Refrão: Tilhon
Passamos a vida à procura
Fieis aquele cheiro da rua
Perdidos naquela loucura
Entre mentira e verdade

Sem nunca perder a postura
Viramos os dedos para a lua
Passamos a vida à procura
De uma outra metade

Pós-refrão: Mara Pedro
Num beijo que me deixe
Dizer que das cinzas renasci
Num beijo que me deixe
Abraçar tudo o que já vivi

Verso 1: Tilhon
Passamos uma vida à procura do que não achamos
Numa aventura com os que mais amamos
Onde está a cura para a amargura
Pé de meia só de surra estou a ver quе é assim que andamos
Dias e dias anos e anos
A tapar buracos е corrigir os danos
Digamos que vivemos numa eterna rejeição
Porque nem a vida que escolhemos aceitamos
Somos escravos do pilim é triste mas é assim
Estamos todos à procura de encher a carteira
O pior cego não que ver
E quem muito procura descobre a cegueira
E quantos com dama ao lado ainda procuram a perfeita parceira
Só estamos bem
Com o quer não temos e quando temos repetimos a asneira
Refrão: Tilhon
Passamos a vida à procura
Fieis aquele cheiro da rua
Perdidos naquela loucura
Entre mentira e verdade

Sem nunca perder a postura
Viramos os dedos para a lua
Passamos a vida à procura
De uma outra metade

Pós-refrão: Mara Pedro
Num beijo que me deixe
Dizer que das cinzas renasci
Num beijo que me deixe
Abraçar tudo o que já vivi

Verso 2: Tilhon
Desde os tempo lá da gandaia, love para quem me rodeia
Se ela tem bom rabo de saia, um gajo tem bom genes de player
Tudo quer pegar do bom mel, ser o dono lá da colmeia
À procura daquele papel, quantos pegam chave de cadeia
Deixou-me com água na boca fui nadar
Sem toca afogado na mesma asneira
Por ter trocado uma mulher por um diabo em corpo de sereia
O meu coração diz que vê mal ao longe
Do que é meu eu quero perto
E não deixar para amanhã o que posso fazer hoje
Tens a verdade na cara mas é de caras
Que não queres ouvir a merda de perto
Tens paixão pelo oposto posto isto
Passaste a vida a fazer o oposto do certo
Refrão: Tilhon
Passamos a vida à procura
Fieis aquele cheiro da rua
Perdidos naquela loucura
Entre mentira e verdade

Sem nunca perder a postura
Viramos os dedos para a lua
Passamos a vida à procura
De uma outra metade

Pós-refrão: Mara Pedro
Num beijo que me deixe
Dizer que das cinzas renasci
Num beijo que me deixe
Abraçar tudo o que já vivi

Tilhon

Disponível nas Plataformas Digitais



Músicas Relacionadas